EPHI Costa Rica – Áreas amostrais do projeto

Nossa área de estudo está localizada na região centro-sul da Costa Rica, nas encostas do Caribe e do Pacífico na cordilheira de Talamanca. Esta é uma cadeia de montanhas vulcânicas que forma a espinha do istmo centro-americano da Costa Rica central até o oeste do Panamá. Os 12 locais de estudo estão localizados ao longo de um gradiente altitudinal de 700 a 3.200m.

Estação Biológica Los Nimbulos

2800-3100 m; band 1

Los Nimbulos é uma propriedade de 50 hectares localizada na montanha Cerro de la Muerte, que historicamente passou de um proprietário a outro. Originalmente, as florestas de carvalho nesta propriedade eram exploradas para a produção de carvão vegetal e outros usos. Posteriormente, o terreno desmatado foi utilizado para a atividade pecuária. Só em 1995 Federico Valverde, que batizou a propriedade como Reserva dos Nimbulos, decidiu proteger e conservar toda a área com o objetivo de servir de laboratório natural para estudantes e pesquisadores. Atualmente, existem vários projetos de diferentes universidades nacionais e internacionais em andamento nesta reserva. Os tópicos desses projetos são: dispersão de sementes de carvalho por roedores, biomassa produzida por carvalhos, propriedades fitoquímicas da floresta, monitoramento de populações de mamíferos com câmeras-armadilha e ecologia das interações planta-beija-flor em um gradiente altitudinal. Além disso, existem algumas pesquisas de mestrado e doutorado em andamento com foco em fungos, aves, inventários de vida selvagem, algas aquáticas e fenologia vegetal, entre outros. Os esforços de Federico para a conservação dos recursos naturais e pesquisas científicas permitiram a recuperação da floresta e da vida selvagem, tornando-a uma área de alta biodiversidade característica dos planaltos da Costa Rica. Por isso, como diz ele, talvez um dia esta zona deixe de se chamar “Cerro de la Muerte” e a chamemos de “Cerro de la Vida”.

 

Para mais informações visite:

www.cerrodelamuerte.com

Fazenda amigos da floresta

2800-3100 m; band 1

A Fazenda Amigos da Floresta é um projeto familiar que está localizado na comunidade da Sibéria no distrito de Pérez Zeledón. É um projeto familiar que possui uma área de 9 hectares dos quais 95% está em conservação. Os seus proprietários desenvolvem atividades econômicas de forma sustentável, como a produção de cogumelos Shitake em troncos caídos de carvalhos, a agricultura orgânica de arroz, de groselha do cabo e o fábrico de compotas e vinhos. Também se dedicam ao ecoturismo por meio de trilhas na mata, palestras e restaurante que oferece alimentos como hortaliças cultivadas em sua fazenda. Com a sua consciência ambiental, o seu desenvolvimento sustentável e o seu compromisso com a conservação dos recursos naturais, os habitantes deste distrito são genuinamente amigos da floresta.

 

Para mais informações visite:

www.facebook.com/amigosdelbosquecr/

Estação Biológica Experimental Villa Mills

2700-2800 m; band 1

Villa Mills está localizada na comunidade de Piedra Alta, no distrito de Pérez Zeledón. Esta estação está localizada dentro da Reserva Florestal Río Macho, que faz parte do Sistema Nacional de Áreas de Conservação. A reserva foi criada em 1964 para proteger a floresta e os recursos hídricos do sul da cordilheira de Talamanca. Esta área compreende várias zonas de vida, como floresta tropical de baixa altitude, floresta tropical pré-montana e floresta tropical de montanha. A Estação Biológica Villa Mills está a cerca de 3000 m de altitude e a vegetação principal é composta por florestas de carvalho. Esta estação oferece facilidades para pesquisadores e visitantes que desejam aprender mais sobre os ecossistemas de altitude.

 

Para mais informações visite:

www.sinac.go.cr

Hostel Villa San Miguel

2000-2200 m; band 2

Esta pousada está localizada na comunidade de Jardín, no distrito de Pérez Zeledón, no quilômetro 109 da rodovia interamericana. Combina turismo com a conservação e uso sustentável dos recursos naturais. Seu principal atrativo turístico são as instalações rodeadas pela natureza e belas vistas que privilegiam a cura, o relaxamento e a privacidade de seus visitantes. Os proprietários deste hostel visam criar consciência ambiental não só nos turistas mas também nos vizinhos da comunidade, por isso participam constantemente em várias atividades com instituições de ensino. Além disso, protegem uma floresta primária que está disponível para pesquisa científica.

 

Para mais informações visite:

www.facebook.com/HotelVSM

Fazenda Sibú

2000-2100 m; band 2

A Fazenda Sibú está localizada no município de El Jardín de Páramo no distrito de Pérez Zeledón, possui um total de 24 hectares, dos quais 14 permanecem em estado de total conservação. Atualmente, parte da propriedade é utilizada para a produção de amora-preta, laranja, tomate de árvore e outras culturas do altiplano em pequenas parcelas. A visão de futuro dos seus proprietários visa o desenvolvimento do turismo, tendo em conta medidas e políticas sustentáveis de minimização dos impactos ambientais. Devido sua localização e altitude tem vistas maravilhosas de grande atrativo: pode-se avistar o centro de San Isidro de El General, Cerro Paraguas, Cerro Chirripó e Los Crestones, este último declarado em 2011 como símbolo nacional. Por sua riqueza de flora e fauna, torna-se um local ideal para que os seus visitantes tenham uma conexão com a natureza em um ambiente amigável e com experiências únicas.

Bosque Tolomuco

1700-1800 m; band 2

O Bosque Tolomuco está localizado no quilômetro 18 da rodovia interamericana no distrito de Pérez Zeledón. É uma propriedade de 22 hectares que oferece trilhas acessíveis para caminhadas pela floresta e cabanas equipadas para se hospedar. Também oferece aos seus visitantes um ambiente tranquilo rodeado pela natureza para relaxar e desfrutar. A observação de aves é sua especialidade; É possível observar cerca de 241 espécies de aves devido à sua boa localização e diversidade de habitats, como zonas ajardinadas, bordas de mata, zonas abertas e a própria floresta. O nome desta floresta faz alusão ao mamífero Eira barbara, da família Mustelidae, comumente conhecido como tolomuco.

 

Para mais informações visite:

www.bosquedeltolomuco.com

Trilha Ecológica Los Gigantes

1200-1600 m; band 3

A Trilha Ecológica Los Gigantes, cujo lema é “um encontro com Deus e a natureza”, está localizada em San José de Rivas, no distrito de Pérez Zeledón. É uma área de floresta preservada e administrada pela Associação ambiental agrícola sem fronteira San José de Rivas, que é formada por moradores da comunidade. Eles mantêm uma trilha aberta ao público desde 15 de fevereiro de 2015, onde os visitantes podem apreciar a flora e a fauna da região. Seu nome deve-se a duas árvores gigantes da tirra, também conhecidas como olmos (Ulmus mexicaca, Ulmaceae), que estão na metade do caminho. Para além das atividades turísticas, como passeios guiados e restauração, a associação também colabora com o ensino e a investigação científica.

 

Para mais informações visite:

www.facebook.com/losgigantessendero/

Centro Biológico Las Quebradas

1100-1300 m; band 3

O Centro Biológico Las Quebradas é uma área dedicada à conservação dos recursos naturais que além de proteger a flora e a fauna da região também protege o recurso hídrico do aqueduto que fornece água potável para a cidade de San Isidro El General. É administrado pela Fundação Centro Biológico de Desenvolvimento Las Quebradas (FUDEBIOL), organização social sem fins lucrativos que tem como objetivos a conservação, o desenvolvimento sustentável, o ecoturismo e o desenvolvimento científico.

 

Para mais informações visite:

http://www.fudebiol.com/

Projeto Las Nubes

1100-1300 m; band 3

Las Nubes é um projeto da Faculdade de Estudos Ambientais da Universidade de York (Toronto, Canadá) apoiado pelo Fisher Fund for Neotropic Conservation. A estação biológica deste projeto está localizada em Santa Elena, no distrito de Pérez Zeledón. Este projeto contribui para a conservação dos recursos naturais e faz parte do Corredor Biológico Alexander Skutch, que está interessado no bem estar da comunidade com projetos como o La Casita Azul, que é um centro de aprendizagem. Além disso, a formação de seus alunos se fortalece com os cursos ministrados na área e contribui para o desenvolvimento da pesquisa científica em colaboração com outras universidades.

 

Para mais informações visite:

https://lasnubes.fes.yorku.ca/

Santuário de aves Los Cusingos

600-800 m; band 4

Los Cusingos é uma reserva particular do Centro de Ciências Tropicais (CCT) que se originou onde um dos cientistas pioneiros da Costa Rica, Alexander Skutch, viveu. Sua casa é rodeada por um jardim botânico e seu interior é um museu com objetos deste famoso ornitólogo. Além disso, possui uma rede de trilhas onde os visitantes podem observar uma grande biodiversidade, mas principalmente aves. O CCT com suas reservas privadas tem se concentrado na conservação dos recursos naturais, desenvolvimento comunitário e pesquisa científica.

 

Para mais informações visite:

www.cct.or.cr

Chalé da Natureza Rio Magnolia

700-800 m; band 4

O chalé da Natureza Rio Magnolia é um projeto de ecoturismo localizado em La Alfombra, no distrito de Pérez Zeledón. Com elegantes instalações e serviço de restaurante gourmet oferecem todo o conforto para que seus hóspedes possam relaxar e desfrutar da natureza. Río Magnolia está comprometida com a conservação e uso sustentável dos recursos naturais, 90 hectares de floresta primária e secundária estão sob proteção. Eles também participam de um programa de conservação para mitigação de gases de efeito estufa e fazem parte de um projeto de reflorestamento. A eletricidade necessária para as instalações é renovável e é produzida por um sistema hidrelétrico localizado no rio Magnólia que atravessa a propriedade. Sua área natural também faz parte da Reserva da Biosfera da UNESCO Savegre e oferece oportunidades de pesquisa científica.

 

Para mais informações visite:

www.riomagnolia.com

Refúgio da vida silvestre Longo Mai

600-700 m; band 4

Longo Mai é uma comunidade de aproximadamente 700 agricultores residentes localizada no Vulcão de Buenos Aires, Puntarenas. Possui uma área de 850 hectares dos quais 450 são florestas primárias e secundárias que são conservadas e protegidas pela comunidade. Seus habitantes possuem uma forte consciência ambiental e muitos fazem parte de um movimento social que tem protegido o recurso hídrico da região. O refúgio também conta com um programa de voluntariado onde pessoas de outros países podem ter a experiência de viver e contribuir para uma comunidade que vive de forma autêntica, sustentável e ecológica. Eles também estão abertos para colaborar com projetos de pesquisa científica.

 

Para mais informações visite:

www.longomaicostarica.org